Talento para dar e exportar

Na última entrevista de trabalho pediram-me que escrevesse um texto em Inglês, outro em Francês. Seguiu-se a análise do meu CV, as questões da praxe, e a apreciação final ~ ‘acho que é demasiado qualificada para este trabalho’. Acabei a arrastar os diplomas pelas sarjetas. E defendi, numa última e desesperada tentativa de conseguir aquele trabalho, que os meus graus e aproveitamento académicos não têm tanto valor assim.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s